terça-feira, 25 de agosto de 2009

Ok, eu nem devia estar aqui.

Vocês têm noção da minha preguiça? Acho que não. Eu nem sei o que eu estou fazendo aqui, aliás. Eu só não queria trocar de layout e deixar o blog a ver navios... bem! Decidi que meu blog é meu hobbie, e não obrigação, então só vou trocar o layout e essas coisas quando me der vontade! >3 Ficar desesperada porque o outro mês tá chegando e tal não faz meu tipo. Pois bem, o que acharam da nova versão? Eu amei, ficou tão fofosa! *-* Eu aproveitei pra reescrever meu perfil, faz tempo que estava querendo mudá-lo... enfim!
Todo mundo está tendo que repor as aulas? Eu vou repor durante a semana, de manhã. Vou virar um zumbi oficialmente, olhem só. Não quero nem imaginar. x-x Mas, apesar de não gostar de ir à escola, admito que eu não queria ficar sem as reposições. Eu pretendo me formar na USP, e todo mundo sabe que é concorrido e tal... cada um desses dias parecia um ponto a menos na prova que eu ainda nem fiz. xD Mas, enfim, espero que possamos recuperar a matéria e o tempo perdidos.
Falando em escola, na minha sala tem uma aluna nova! Chama-se Bruna, e é uma mocinha muitíssimo simpática. Ela está sentando perto de mim, e passa o intervalo comigo e com minhas amigas. Tudo muito legal. Esse ano me enturmei com mais facilidade na minha sala, como já havia comentado em algum post mais antigo aqui, e fiquei muito satisfeita. Espero que seja um passo pra perder minha timidez. Ahh, como ela me atrapalha! ò-ó
Hm... esses dias eu estou mais inspirada, e estou escrevendo bastante. O desafio do Fairytale era sobre fanfics, então enquanto avaliava acabei por me inspirar para escrever também. Estão saindo umas coisinhas legais aí, acho que estou ficando satisfeita. Ontem tive também que escrever uma "peça", uma espécie de cena pra aula de artes. Falta escrever as falas e fazer uns ensaios, mas o texto já foi feito pra entregar amanhã. Minha personagem é um travesti chamado Mônica, que depois de ser cobaia para um anti-depressivo, acaba tendo um efeito colateral diferente do esperado e confessa que se chama Clodoaldo. Eu quero só ver se vou conseguir "encarnar" a personagem direitinho. Vai ser muito engraçado! xD Vou passar aqui o texto pra vocês:


"Um laboratório estava precisando de cobaias humanas para testar um remédio que seria usado contra depressão. Porém, ainda não eram conhecidos os efeitos colaterais, até que Clodoaldo, Célio, Joana e Teodora aceitaram ser cobaias.
Os quatro sofrem de problemas emocionais ou distúrbios psicológicos, e procuram no remédio uma possível cura – com exceção de Teodora, que não sabe o que diabos está fazendo ali. Joana é uma cafetina, estressada e fumante compulsiva, que vai de charutos italianos à boa e velha maconha. Cláudio, um ex soldado do exército sente-se muito preso e procura descobrir quem realmente é. Mônica, que na verdade se chama Clodoaldo, é um travesti que sofre com o preconceito da sociedade injustamente, pois sabe que apesar de seu corpo, nasceu para ser mulher. E Teodora, que se diz chamar Creuza, apenas gosta de conversar com sua amiga Teodora! Então, porque ela está no meio daquele bando de malucos?
Antes de tomar os remédios, eles passam por uma consulta com a psicóloga, Regiane, para se conhecerem e se prepararem para a experiência. O detalhe é que, até esta reunião, nenhum dos pacientes se conhecia.
Ao entrarem na sala, os pacientes começam se apresentando e respondendo às perguntas da psicóloga. Joana fica irritada com o fato de Teodora – Creuza, na verdade – tagarelar sozinha o tempo todo, interrompendo todos que estão falando. As duas começam a discutir, porque Creuza sabe que é sua amiga, Teodora, quem está atrapalhando. Por que ninguém gritava com ela?
Depois de acalmarem os ânimos e falarem de seus problemas, todos vão para outra sala, tomar o medicamento e ficar em observação. No entanto, em vez de acalmá-los e fazê-los esquecer os problemas, o antidepressivo deixa todos agitados e tem várias reações estranhas: o silencioso Cláudio se liberta e assumi que, na verdade, sempre quis ser gay; Mônica confessa que é Clodoaldo, e fica absurdamente emotiva; Joana entra em desespero e diz que, na verdade, cresceu em um convento e Teodora não entende porque aquele fantasma estranho só persegue a si.
Depois de muita briga, confusão e choro, Regiane resolve procurar algum outro antidepressivo que realmente funcione e coloca todos pra dormir – e, por fim, todos acham prudente modificar a fórmula do medicamento."




O que acham? Eu gostei, e minhas amigas aprovaram. Espero que tudo dê certo, e que a gente não começe a rir na frente de todo mundo. As falas vão ser de improviso, mas vamos escrever um roteiro pra ninguém se perder, e vamos ter uma ordem certa pra cada uma falar. Nosso grupo tem 5 pessoas, por isso vai dar certinho. Depois da apresentação, eu conto pra vocês como foi. xD
Não tenho mais novidades. Uma tia minha está com gripe suína, e minha mãe está com dor de garganta. Não acho que estão relacionadas. O problema é que essa minha tia está grávida e, tomando o remédio, o bebê pode nascer com sequelas. :( Mas acredito que tudo dará certo. Por falar nisso, outra prima minha vai ter o bebê agora no fim de Agosto! É uma menininha, e vai se chamar Sofia! Espero poder agarrá-la bastante. =3
Bem... é, eu fico por aqui. Só queria dar uma atualizada meio por cima mesmo. Kissu Kissu, Ja ne!




Song: Don't trust me - 30H!3
Kisses: everyone. >3