sábado, 4 de setembro de 2010

Dias emocionantes ♥

Puxa! Faz tanto tempo que eu não posto que me pergunto se vou me lembrar de tudo o que eu deveria dizer. o_o Creio que não... Pra ser bem sincera, eu nem estou lá tão inspirada pra isso - então é de se esperar que saia um post bem confuso - mas eu estava ali, sem fazer nada, e pensei: "Hm, que tédio. Vou postar!"
É, e aqui estou eu, ué.
Aconteceu bastante coisa, e eu não estou com vontade de contar na ordem em que aconteceram. Pra começar, vou falar do meu novo vício: Fullmetal Alchemist. Depois de recomendação de dois amigos, resolvi, enfim, assistir à série - mas comecei pelo FMA Brotherhood. Queridos, é absolutamente PERFEITO! E o final? Eu super adorei o final! E vocês bem sabem que não é fácil um final me agradar, não é?
Bem, como eu disse anteriormente, fiquei viciada na história. Assim que terminei o anime (cof, eu vi 64 episódios em 5 dias! Meu novo recorde), não fiquei nem um pouco satisfeita - por mais que tivesse me agradado. Sendo assim, criei coragem e baixei a primeira versão da série. Meus caros leitores, preciso dizer que FMA Brotherhood supera em muito o primeiro. Não só por ser fiel ao mangá - embora tenha algumas leves alterações - mas também por preencher todos os buracos deixados pela primeira versão. Algumas partes sequer receberam atenção, como, por exemplo, a história mirabolante por detrás do nome de cada um dos homúnculos. E eu podia citar mais um monte de coisinhas mirabolantes, mas aí seria spoiller e não teria graça, afinal. 83 Porém, ainda não satisfeita - mesmo depois de ver todos os OVAs e o filme - eu resolvi ler o mangá. E acreditem, é muito bom! Já li 28/108 capítulos. Tem muitos detalhes e coisas interessantes que nenhum dos animes cita - como, por exemplo, o fato de Edward escrever suas anotações de alquimia em forma de diário de bordo. Eu achei isso tão interessante! 8D Mas, bem, fim da parte otaku de hoje. *pose*
Também tenho uma super duper novidade: fui ao meu primeiro show, em toda a minha vida! E posso até dizer que comecei com "chave de ouro", já que fui ver Lulu Santos. Eu confesso que não sou lá muito fã do cara, mas ele tem músicas lindas e gostosas de ouvir - e todas me lembram praia, mar e surfistas. Curioso, não? Bem, de qualquer forma, o show foi maravilhoso, e o cenário mudava de cor! Fiquei totalmente encantada com este fato. o_o E fui à loucura quando ele cantou "Apenas mais uma de amor", que é a minha favorita ever dele. Fui com minha prima e seu esposo, comemos uns salgadinhos de bacalhau maravilhosos - e caríssimos - e tive direito até a um show de encerramento em um barzinho de frente ao HSBC Brasil, enquanto esperávamos o manobrista trazer o carro. xD Seguem fotos! o/





Àcima o ingresso, e a outra é do show. Lulu é aquele de calças vermelhas e camiseta cinza, no centro da foto. Foi muito gostoso, e eu e minha prima ficamos encantadas com o tamanho absurdo do cabelo da backing vocal dele. o-o
Bem, depois do show, a outra novidade bombástica é o fato de eu ter conseguido a minha isenção da taxa da Fuvest. :3 Afinal, não é todo mundo que pode pagar R$ 100,00 pra fazer uma prova, não é mesmo? Por mais tolo que seja, é a minha primeira conquista referente ao vestibular, e eu juro que quase saí voando quando li a mensagem que me declarava isenta! *-* Já me inscrevi no vestibular e tudo o mais, estou estudando aos fins de semana e posso até dizer que estou ansiosa. Não acho que eu vá mesmo passar este ano, no máximo chego na segunda fase... mas a esperança é a última que morre, então é isso aí.
Na escola eu estou indo bem, as notas estão boas e tal. Nas três sexta-feiras que se seguiram, assistimos filmes para a aula de história-apoio, sendo eles "O dia em que meus pais saíram de férias" - que eu já citei e é muito bom, recomendo para todos que se interessam pelo período militar e procuram uma boa representação do que ele era; "V de Vingança" - pelo qual eu me apaixonei totalmente, tanto pela história quando pelo charme do V; E, por último, Avatar. Este em questão tem sido muito comentado por aí, e confesso que os efeitos especiais e tudo o mais são bme legais mesmo. Mas eu vi uma crítica profunda no rumo que a humanidade está tomando, e, porque não dizer, a nós mesmos. Basta lembrar que a nossa sociedade simplesmente não aceitas as diferenças, e vocês vão entender porque este filme tem um enredo tão profundo e interessante. :3 Afinal, se filmes fossem feitos só de fantasia e efeitos especiais, não ganhariam prêmios!
Bem, tinha mais mil e uma coisas que eu deveria dizer, mas eu acho que este post já está bem grande. Agora, sim, temos um bom resumo do que anda acontecendo em minha vida!
Beijos para todos, queridos leitores! ♥



Uhul, eu tava lá!


Ouvindo Sereia/De repente Califórnia/Como uma onda, Lulu Santos.
Beijos para todo mundo que leu, e um especial pra quem comentou no post passado! ♥